A Dieta Paleo pode ajudar a Diabetes

Dieta Paleo e Diabetes – Posso Realmente Controlar a Doença?

A dieta paleo está em alta entre as pessoas que procuram um estilo de vida mais saudável, apesar de existirem algumas críticas sobre este hábito alimentar. Um dos pontos de divergência, por exemplo, é a relação entre a dieta paleo e diabetes: dizem que este tipo de dieta ajuda no controle desta terrível doença.

Neste artigo, você entenderá um pouco mais sobre a dieta paleo e comprovará se realmente ela colabora na luta contra o diabetes. Por favor, leia até o final para tirar suas conclusões.

Definição do estilo de alimentação chamado de paleolítico

A dieta paleo procura basear a sua alimentação no mesmo estilo da humanidade que viveu na época de 10.000 a.C., ou seja, apenas ingestão de carnes e de vegetais (os homens daquela época caçavam e colhiam sem plantar – um estilo de vida nômade).

Ela não segue 100% à risca o estilo alimentar daquela época, pois há alimentos que sofreram mutações por causa da intervenção humana, como o repolho e a couve-flor. Mesmo assim, a dieta paleo procura difundir um padrão de alimentação natural e saudável, mesmo com suas alterações.

O verdadeiro fundamento da dieta paleo está nos nutrientes ingeridos: alta quantidade de potássio e baixa quantidade de sódio. A alimentação moderna inverteu a ingestão de tais nutrientes: consome-se menos potássio e muito mais sódio.

O excesso de sódio e a carência de potássio estão ligados as doenças modernas como obesidade, câncer, depressão, osteoporose e doenças cardiovasculares.

Um estudo levantado entre os anos de 2007 e 2008 pelo National Health and Nutrition Examination Survey constatou que os homens ingerem em média 3026 mg/d e as mulheres em média 2290 mg/d de potássio por dia, abaixo do valor recomendado de 4700 mg/d.

A humanidade primitiva ingeria em média 15.000 mg/d, 3,2 vezes mais do que o valor recomendado!

Dieta paleo e diabetes: existe alguma coisa em comum, afinal de contas?

dieta paleo e diabetes

Segundo as diversas pesquisas feitas por médicos, nutricionistas e interessados pelo mundo afora, uma dieta paleo está relacionada com a diminuição da resistência da insulina, principal agravante do diabetes. 

Um estudo realizado no ano passado pelo Jornal da Diabates – Ciências e Tecnologia dos Estados Unidos, depois publicado na livraria Americana de Medicina, mostrando a relação entre a dieta paleo e diabetes, constatou que praticantes da dieta paleo, tiveram seus níveis de glicemia controlados por mais de um ano, em comparação com outros voluntários que não praticavam a dieta. Para o Dr  David C. Klonoff, chefe dos estudos, “Esta é uma prova que nós ao longo do tempo, desaprendemos a maneira correta de se alimentar”.

Um dos autores que afirmam isto é a PhD Caroline Blomquist em um artigo publicado no Annual Meeting of the Endocrine Society.

Segundo ela, outros pontos fortes da dieta paleo na luta contra o diabetes e outras doenças é ela ser rica em gorduras monoinsaturadas, Ômega 3 e vitamina K2, nutrientes bons para as células, para o sangue e para os ossos.

Existem muitos médicos que também são a favor da dieta paleo para o combate a diabetes. O médico urologista brasileiro José Carlos Souto ressalta que o homem diabético deve inserir em seu cardápio, mais legumes como brócolis, alface, repolho e amêndoas como a castanha do Pará.

O jornalista independente Caio Fleury também fez um artigo com evidências e gráficos dos benefícios da dieta paleo na batalha contra o diabetes.

Em resumo, o verdadeiro vilão é a desinformação, que faz a diabetes proliferar pelo mundo. A ideia passada pelo nosso site, é doutrinar as pessoas a se alimentarem corretamente, como faziam nossos ancestrais “desindustrializados”.

Deixe seu comentário
Dieta Paleo e Diabetes – Posso Realmente Controlar a Doença?
5 (100%) 1 vote

Posts Relacionados

Comece a digitar sua pesquisa acima e pressione Enter para pesquisar. Pressione ESC para cancelar.

De volta ao topo