Artigos

Dieta Flexível – IIFYM

Já ouviu falar da Dieta flexível? Encontrar uma dieta que faça emagrecer não é fácil, pois, são muitas as opções disponíveis que trazem os prós e os contras. Uma dieta que está sendo muito falada atualmente é a dieta flexível IIFYM.

Dieta Flexível IIFYM

    A dieta flexível If it fit your macros (IIFYM), que traduzindo para o português quer dizer: “se couber nos seus macros (nutrientes)”, calcula a quantidade de macronutrientes como carboidratos, fibras, gorduras e proteínas que uma pessoa pode ingerir por dia. Essa dieta é parecida com a dieta dos pontos, com a diferença de que em vez de serem calculadas as calorias que podem ser ingeridas, são os macronutrientes e as fibras que são levados em conta.

dieta flexível

    Para realizar o cálculo da dieta flexível, as pessoas que aderem a essa dieta usam sites em que colocam os seus dados como peso, altura e quantidade de exercícios feitos e então é calculado automaticamente a quantidade de gorduras, carboidratos, fibras e proteínas que devem ser ingeridos por dia.

Por que a dieta flexível ajuda a emagrecer?

    A dieta flexível ajuda a emagrecer, porque os macronutrientes são fontes de calorias e o método se propõe a determinar a quantidade de macronutrientes que seus adeptos podem consumir. É importante dizer que cada grama de carboidrato possui 4 calorias, um grama de proteína também tem 4 calorias e um grama de gordura tem 9 calorias.

    Quando diminui a ingestão de macronutrientes, o consumo de calorias também é reduzido e com menos calorias o corpo irá ingerir menos energia do que gasta. Desta maneira é preciso que o organismo use a energia que tem armazenada, principalmente, na forma de gordura. Assim acontece a perda de peso.

Como funciona a dieta flexível (IIFYM)

    A dieta flexível IIFYM funciona da seguinte forma: Primeiro a pessoa precisa entrar em sites que possuem as calculadoras de IIFYM e colocar seus dados, como: peso, altura, idade, quantidade de atividades físicas que realiza, entre outros dados.

    Em seguida, o sistema calcula quantos carboidratos, proteínas, gorduras e fibras a pessoa pode consumir de acordo com os seus objetivos. A pessoa pode escolher entre três opções principais: perda de peso, manutenção e ganho de massa muscular.

    No objetivo de perda de peso, a pessoa pode afirmar que quer conseguir este resultado de forma normal, agressiva ou imprudente. No objetivo de ganho de massa muscular, o adepto deve dizer que quer fazer isso de forma cautelosa, didática ou agressiva. Para cada objetivo secundário é indicado a ingestão de uma determinada quantidade de proteínas, carboidratos e gorduras.

Vantagens da dieta flexível

    Uma vantagem da dieta flexível é que ela ajuda a planejar a alimentação e não apenas seguir um cardápio. Com isso a pessoa pode ter maior facilidade na hora de adotar uma reeducação alimentar. Essa dieta também lembra que não são apenas as calorias que devem ser levadas em conta, mas também os macronutrientes.

Desvantagens da dieta flexível

    Essa dieta não é nada prática, porque ela diz apenas a quantidade de cada macronutriente que deve ser consumida. A pessoa que seguir essa dieta terá que ver constantemente a quantidade de cada nutriente em cada alimento que for consumir e então fazer o cálculo para saber se está de acordo com a sua dieta.

    Portanto, se quer perder peso realmente, a dica é combinar uma alimentação saudável com exercícios físicos.

Deixe seu comentário
Dieta Flexível – IIFYM
Avalie este artigo

Está cansada e enjoada das receitas da internet? Vou te mostrar algo que vai fazer você emagrecer de forma fácil e sem passar vontade.
E-book 200 Receitas Low Carb


→ Promoção exclusiva para leitores do Dieta Paleo Low Carb:

 → Atenção: Desconto de 76% e super bônus por tempo limitado. ←


  • Bônus 1 - 7 Vantagens da Dieta Low Carb​
  • Bônus 2 - Efeitos Colaterais da Low Carb
  • Bônus 3 - Lista de Compras Low Carb

Não perca tempo, garanta o seu agora mesmo:


 
Por gentileza, se deseja alterar o arquivo do rodapé,
entre em contato com o suporte.